Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Julho, 2008

A partir da próxima sexta-feira, 11 de Julho de 2008, estarei a estagiar numa empresa de seguros. É a minha primeira experiência de trabalho “a sério”, e vai durar cerca de três meses. Ainda não sei descrever ao pormenor o conteúdo do meu trabalho, mas julgo que se inscreverá principalmente na análise interna, com colaborações pontuais no departamento de recursos humanos.

Uma das questões colocadas na entrevista de selecção foi muito simples. “Para que serve a Sociologia?” A resposta não é nada evidente. Ainda menos quando queremos fazer valer a nossa utilidade face a um empregador. Esta dificuldade em responder a uma pergunta tão simples deve-se a uma incapacidade de afirmação da Sociologia na Sociedade em geral e, particularmente, no mainstream do tecido empresarial, que é dominado pelas linguagens e saberes técnicos. O Sociólogo só pode singrar numa empresa se se apropriar dessas linguagens e saberes, tendo como valência extra os seus conhecimentos e capacidades enquanto especialista numa ciência particular, que lhe conferem uma visão/perspectiva da realidade igualmente particular. Mas não é só a Sociedade e as Empresas que falham ao não reconhecerem a Sociologia e os Sociólogos como úteis. Falham também as universidades, que insistem em produzir sociólogos-investigadores, fazedores de projectos, académicos e intelectuais, stricto senso, e se coíbem em criar sociólogos-técnicos capazes de colaborar nas empresas, e de mobilizar análises técnico-instrumentais em prol delas. Em última análise, falham também os próprios licenciados em Sociologia que não podem descurar formações complementares noutros domínios, e lhes poderão abrir portas para outras áreas profissionais.

Anúncios

Read Full Post »